Weby shortcut

Ivan Lima Gomes

Atualizado em 05/09/18 17:30.

voltar

 

Livro - Ivan Lima Gomes

  

 Capa livro Ivan Lima Gomes
Os novos homens do amanhã:  projetos e disputa em torno dos quadrinhos na América Latina (Brasil e Chile, anos 1960-1970)

IVAN LIMA GOMES

ISBN: 978-85-5507-967-2
Páginas: 296
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2018

As histórias em quadrinhos (HQs) são das narrativas visuais mais importantes do século XX. Ao ingressarem na América Latina, educadores, editores, acadêmicos e políticos, fora os próprios artistas envolvidos em tais empreitadas, dedicaram-se a interpretá-las e disputar seus significados. O livro toma como premissa a existência de um olhar latino-americano sobre as HQs durante as primeiras décadas de Guerra Fria, marcado pelas discussões em torno de uma cultura nacional-popular e crítica à produção estrangeira, para analisar o conjunto de debates travados sobre as HQs. Como contraponto, defendia a promoção de políticas de Estado para a produção de obras que valorizassem episódios históricos e a introdução de personagens associados ao folclore e à vida cotidiana de países da região. A análise recai sobre duas iniciativas editoriais representativas de tais experiências: a pequena Cooperativa Editora e de Trabalho de Porto Alegre (CETPA), que funcionou de 1961 a 1964, nos marcos do governo estadual de Leonel Brizola no Rio Grande do Sul e da presidência de João Goulart; e Quimantú, a grande editora associada ao governo da Unidad Popular chilena, que atuou entre 1971 e 1973 e teve nas HQs um dos pontos mais controversos de sua linha editorial. O livro analisa a formação de ambas as editoras em seus respectivos contextos, o cotidiano de trabalho de artistas e funcionários das editoras e as próprias HQs, valendo-se de fontes impressas, visuais e orais. CETPA e Quimantú propuseram uma crítica aos super-heróis dos comics norte-americanos, sugerindo novos personagens e temas a favor da efetiva promoção de uma cultura nacional-popular para crianças e jovens leitores, sinalizando para leituras específicas das HQs na América Latina.

 voltar